terça-feira, 22 de outubro de 2013

O ESPÍRITO DO PORTO

Muitas vezes o Porto, o Norte, tem dado soluções a crises no País.
Neste momento em que os políticos se portam como crianças em vez de fazerem esforços para que a NAÇÃO saia do atoleiro para onde os políticos nos atiraram, passam o tempo a rir-se dos erros ou pseudo - erros que os outros cometeram, em vez de se entenderem.
Ora este comportamento é insustentável por ser prejudicial ao Povo, conduzindo-nos ao abismo.
Partidos com estes políticos deveriam ser pura e simplesmente extintos.
Estes dirigentes políticos fazem-me lembrar os tempos da escola primária em que ao jogarmos o berlinde e outros jogos infantis amuávamos se o parceiro não fizesse o que pretendíamos.
É este o comportamento dos atuais agentes partidários. Por isso faço votos de que o espírito do Porto/ Lisboa se expanda e seja fermento duma verdadeira democracia.
Dever-se-iam fundar partidos com o espírito que presidiu ao entendimento encontrado na Câmara do Porto.
Faço votos que o ESPÌRITO DO PORTO, sopre para os lados de S Bento e os políticos deixem de pensar só neles, mas sim na Pátria.

Sem comentários:

Publicar um comentário