quarta-feira, 5 de abril de 2017

PDI

CONSULTA E DIAGNÓSTICO


Torturado por terríveis dores lombares, fui consultar um famoso ortopedista.

Após analisar a radiografia, receitou-me anti-inflamatórios e teceu considerações a respeito da coluna, nervo ciático, etc., etc., tudo com uma contagiante simpatia e demonstração de profundo conhecimento profissional.
 Nunca entendi tão bem o porquê do substantivo "PACIENTE", para definir o doente num consultório médico, como naquele dia; porque sim: é de todo bom senso e civismo, ouvir, com grata paciência e atenção, aquilo que alguém nos está a dizer, ordenar, sugerir e/ou aconselhar, para nosso exclusivo bem estar de saúde...

Depois de ouvir, atentamente, todas as recomendações posológicas, perguntei como leigo que sou.

- Doutor, o que fiz durante a minha vida, ou estou ainda a fazer, que possa ter originado estas dores?

E ele, depois de olhar frontal e francamente para mim, respondeu com simpática convicção:

- Aniversários meu amigo, aniversários!...


 

Sem comentários:

Publicar um comentário