domingo, 10 de junho de 2012

GARCIA DA ORTA

<><>
Ganganeli Pereira 10 de Junho de 2012 15:23
Garcia de Orta (1500-1568): Estudou medicina na Universidade de Alcalá de Henares e em Salamanca, naturalista e intelectual, exerceu medicina no Castelo de Vide, Alentejo, sua terra natal, depois seguiu para Lisboa e Coimbra e aqui lecionou filosofia na Universidade. Era Judeu. Em 1534 embarcou para a Índia na Armada de Martim Afonso de Sousa, dedicou-se a clinica e aos estudos de farmacologia, botânica e antropologia. Em 1563 publicou em português – o livro “Colóquios dos Simples e Drogas e Coisas Medicinais da Índia”, um classico da ciência, dividido em 57 capitulos, onde trata das origens, características e propriedades terapeuticas das plantas: aloes, benjoim, cânfora, ópio, ruibarbo, tamarindo, pós-de-cozinha (especiarias), canela, cravo, gengibre, malagueta e fala da comida e no prefácio do seu livro apresentou um verso do seu amigo desterrado e pobre, o grande poeta Luís Vaz de Camões. Na Índia a Inquisição estabelecida em 1565 perseguiu a sua irmã Catarina, acusada de judaismo e que foi queimada viva em 1569. Garcia de Orta, morreu em Goa e foi condenado postumamente à fogueira por judaismo.

Sem comentários:

Publicar um comentário